A EVOLUÇÃO DA TECNOLOGIA NA SALA DE AULA

A tecnologia sempre esteve na vanguarda da educação humana. Desde os dias de esculpir figuras nas paredes rochosas até hoje, quando a maioria dos estudantes está equipada com vários dispositivos tecnológicos portáteis em um determinado momento, a tecnologia continua a levar as capacidades educacionais a novos níveis. Ao olhar para onde os métodos e ferramentas educacionais vieram de onde eles estão indo no futuro, a importância da tecnologia na sala de aula é evidente agora mais do que nunca.

UMA HISTÓRIA DA TECNOLOGIA DE SALA DE AULA
AULA PRIMITIVA
Nos anos coloniais, remos de madeira com lições impressas, chamadas de Horn-Books, foram usados ​​para ajudar os alunos a aprender os versos. Mais de 200 anos depois, em 1870, a tecnologia avançou para incluir a Lanterna Mágica, uma versão primitiva de um projetor de slides que projetava imagens impressas em placas de vidro. Quando a Primeira Guerra Mundial terminou, cerca de 8.000 slides estavam circulando pelo sistema de escolas públicas de Chicago. Quando o Quadro-negro chegou, em 1890, seguido do lápis em 1900, ficou claro que os alunos estavam com fome de ferramentas educacionais mais avançadas.

A rádio nos anos 1920 desencadeou uma onda inteiramente nova de aprendizado; as aulas no ar começaram a surgir para qualquer aluno dentro do alcance da escuta.
Em seguida veio o retroprojector em 1930, seguido da caneta esferográfica em 1940 e dos auscultadores em 1950.
As fitas de vídeo chegaram ao local em 1951, criando um novo e excitante método de instrução.
A Máquina de Ensino Skinner produziu um sistema combinado de ensino e teste, fornecendo reforço para respostas corretas para que o aluno possa passar para a próxima lição.
A fotocopiadora (1959) e a calculadora portátil (1972) entraram nas salas de aula a seguir, permitindo a produção em massa de material em tempo real e cálculos matemáticos rápidos.
O sistema de testes Scantron, introduzido por Michael Sokolski em 1972, permitiu que os educadores classificassem os testes de maneira mais rápida e eficiente.
Os anos pré-computador foram formativos nas escolhas feitas para computadores nos anos seguintes. Sistemas de resposta imediata (vídeo, calculadora, Scantron) tornaram-se necessários e a produção rápida de material de ensino, usando a fotocopiadora, tornou-se um padrão. O Departamento de Educação dos EUA relata que a matrícula no ensino médio foi de apenas 10% em 1900, mas em 1992 havia se expandido para 95%. O número de estudantes na faculdade em 1930 era de cerca de 1 milhão, mas em 2012 havia crescido para um recorde de 21,6 milhões. Os professores precisavam de novos métodos de instrução e testes, e os estudantes procuravam novas formas de se comunicar, estudar e aprender.

A ENTRADA E SIGNIFICÂNCIA DE COMPUTADORES PESSOAIS
Embora os primeiros computadores tenham sido desenvolvidos nos anos 30, os computadores de uso diário foram introduzidos nos anos 80. O primeiro computador portátil, em 1981, pesava 24 quilos e custava US $ 1.795. Quando a IBM introduziu seu primeiro computador pessoal em 1981, o mundo educacional sabia que estava à beira da grandeza. A revista Time nomeou o computador seu “Homem do Ano” em 1982, e apropriadamente: o alicerce das capacidades imediatas de aprendizado foi estabelecido. A Time declarou: “é o resultado final de uma revolução tecnológica que está em construção há quatro décadas e agora está literalmente chegando em casa”.

A Toshiba lançou seu primeiro laptop de consumidor de mercado de massa em 1985 (o T1100), e o infame Mac da Apple (que mais tarde evoluiu para o Powerbook) estava disponível a partir de 1984.
Em 1990, The World Wide Web ganhou vida quando um pesquisador britânico desenvolveu o Hyper Text Markup Language, ou HTML, e quando a National Science Foundation (NSF) removeu restrições ao uso comercial da Internet em 1993, o mundo explodiu em um frenesi. de novos métodos de pesquisa e comunicação.
Os primeiros Personal Digital Assistants (PDAs) foram lançados pela Apple Computer Inc. em 1993 e, com isso, os computadores faziam parte de todos os dias, se não a todo momento. Em 2009, 97% das salas de aula tinham um ou mais computadores e 93% dos computadores da sala de aula tinham acesso à Internet. Para cada 5 alunos, havia um computador. Os instrutores afirmaram que 40% dos alunos usavam computadores frequentemente em seus métodos educacionais, além de quadros interativos e câmeras digitais. Atualmente, os estudantes universitários raramente têm alguma forma de tecnologia de computador: 83% possuem um laptop e mais de 50% possuem um smartphone.
O FUTURO DA TECNOLOGIA NA SALA DE AULA
Parece que anos desde o MySpace, introduzido pela primeira vez em 2003, Facebook (2004) e Twitter (2007) mudaram os mundos da comunicação e dos negócios. A conectividade instantânea se ramificou de apenas uma ferramenta de comunicação pessoal, para uma plataforma de instrução educacional e divulgação. A mídia social está sendo reconhecida como uma forma de instrução aceita em alguns casos, e grupos como o Scholastic Teachers fornecem excelente suporte e dicas para instrutores. Muitos instrutores usam as mídias sociais para se comunicar diretamente com seus alunos ou para formar grupos no estilo de fórum para os alunos se comunicarem entre si, e o método parece ser valioso ao fornecer atenção individual às dúvidas e preocupações do aluno.

Com a sala de aula já tendo evoluído para um foco de avanços tecnológicos, o que o futuro pode possivelmente sustentar que aumentaria ainda mais as proficiências educacionais?

A biometria, uma tecnologia que reconhece pessoas com base em certos traços físicos ou comportamentais, está no horizonte tecnológico. A ciência será usada para reconhecer a disposição física e emocional dos alunos em sala de aula, alterando o material do curso para adequá-lo às necessidades de cada indivíduo com base em sinais biométricos.
Uma segunda tecnologia em ascensão é os óculos de Realidade Aumentada (AR), que dizem estar na lista de lançamentos do Google, e essa tecnologia pode ser um mundo totalmente novo para a educação. Os óculos AR (ou até mesmo as lentes de contato) colocarão dados sobre o que vemos naturalmente, para permitir uma experiência de aprendizado no mundo real. Por exemplo, um aluno usando AR Glasses poderia sentar em sua mesa e conversar com Thomas Edison sobre a invenção. Foi Edison, afinal, quem disse que “os livros logo ficarão obsoletos nas escolas. Os eruditos logo serão instruídos através do olho.
As superfícies multi-touch são comumente usadas por meio de equipamentos como o iPhone, mas a tecnologia pode se tornar mais relevante para a educação por meio de superfícies totalmente multi-touch, como mesas ou estações de trabalho. Isso poderia permitir que os alunos colaborassem com outros alunos, mesmo aqueles do mundo todo, e que vídeos e outras ferramentas virtuais pudessem ser transmitidos diretamente para a superfície.
EDUCADORES E A EVOLUÇÃO DA TECNOLOGIA NA SALA DE AULA
Com a evolução da tecnologia, as capacidades educacionais estão crescendo e mudando a cada dia. A Internet é uma vasta biblioteca eletrônica de informações, e tanto a pesquisa quanto a instrução podem ser obtidas com um clique do mouse. Com esses avanços vêm novas responsabilidades para o instrutor e, portanto, aumentar o valor de um Mestrado em Ciências em Educação em Design de Aprendizagem e Tecnologia. À medida que a tecnologia avança, as habilidades de um educador aumentam aos trancos e barrancos e, sem o conhecimento dessas mudanças e capacidades, um instrutor tem uma boa chance de ficar para trás.

Uma carreira na educação exige muito trabalho e dedicação, mas, para o educador diligente, pode ser muito gratificante. Para aqueles que são sérios sobre o sucesso no campo da educação, é essencial manter-se bem informado das tecnologias atuais e em mudança. À medida que o mundo da tecnologia evoluir, o ambiente de aprendizado, tanto no campus quanto on-line, progredirá igualmente e a necessidade de professores com formação em tecnologia e design continuará a crescer.

A tecnologia é inescapável. Ela permeia todas as facetas da nossa vida. De como trabalhamos, jogamos e vivemos nossas vidas, a tecnologia criou uma revolução que crescerá enquanto os humanos continuarem avançando em suas capacidades.

À medida que os dias, meses e anos passam, a tecnologia fica cada vez melhor. O que antes era o maior e mais recente de ontem, é o chapéu velho de hoje. O ponto principal é que a tecnologia não espera por você e, se sua organização não está acompanhando, você certamente será deixado na poeira por um de seus concorrentes.

A maioria dos artigos sobre os quais você discute a importância de manter-se atualizado com a tecnologia apenas fornecerá sugestões sobre como manter o ritmo. Este artigo discutirá o que acontecerá se você não fizer isso.

Fique para trás:
A maioria das pessoas está na internet hoje em dia. Eles acessam a web através de seus PCs, laptops, tablets e dispositivos móveis. A maioria de nós tem uma página no Facebook, conta no Twitter, LinkedIn e alguns até têm um website. Existem mais de três bilhões de pessoas na internet hoje; Como organização, é importante manter-se atualizado em relação à tecnologia ou ao fechamento de lojas. Com o maior número de pessoas na internet hoje, com mais e mais acessos on-line todos os dias, manter-se à frente da tecnologia é uma necessidade se a sua organização antecipa estabilidade e crescimento a longo prazo.

Torne-se irrelevante:
Tornar-se irrelevante é considerado uma sentença de morte pelos padrões de qualquer empresa. Permanecer relevante, especialmente quando se trata de tecnologia, significa acompanhar o que é tendência, tecnologicamente, no seu setor. É importante saber a extensão do conhecimento tecnológico do seu cliente e manter o ritmo com ele. Se seus clientes não podem encontrar você, seus produtos ou seus serviços por causa de deficiências tecnológicas, seu negócio está destinado ao fracasso.

Oportunidades perdidas:
Se a sua empresa não investiu na tecnologia adequada, existe a possibilidade de perder oportunidades de conectar-se e interagir com seus clientes. A tecnologia permitiu que pessoas e empresas se comunicassem entre si em vários níveis. Seja através de email, texto, mensagem instantânea e mídia social, existem muitos fóruns com os quais se pode comunicar uma mensagem ao cliente. Se uma organização não está acompanhando a tecnologia para ficar na frente de seus clientes, ela continuará perdendo muitas outras oportunidades para fechar uma venda.

Além disso, ao utilizar adequadamente a tecnologia mais recente e mais eficaz, você está reduzindo drasticamente o custo de fazer negócios. Ao empregar a tecnologia certa, você não apenas aumentará a produtividade, mas também reduzirá as taxas de processamento e outros custos indiretos significativos.

Desorganização:
Sistemas avançados de escritório, gerenciamento de contatos e servidores seguros na nuvem agora são comuns para ajudar as empresas a se manterem organizadas e, ao mesmo tempo, proteger as informações confidenciais do cliente. A inovação tecnológica tem sido fundamental para ajudar as empresas a otimizar seus processos e reduzir significativamente a necessidade de arquivos em papel. Empresas que resistem ao progresso e funcionam de forma desorganizada não têm a menor chance de competir no mesmo nível de outras empresas que adotam a tecnologia.

Obscuridade:
A tecnologia continuará avançando e os clientes encontrarão novas e excitantes maneiras de usá-la. Se uma organização continua a resistir ao progresso e decide não acompanhar a tecnologia, é provável que ela desapareça na obscuridade.

No Axis Technical Group, não queremos que sua empresa experimente nenhum desses contratempos. É por isso que oferecemos serviços de Modernização de Sistemas e soluções de software para reduzir custos e, ao mesmo tempo, aumentar a produtividade dos funcionários. Manter-se atualizado com a tecnologia mais recente também aumentará o sucesso da sua empresa no setor mantendo-se relevante e competitivo no mercado. Tornar-se mais funcional significa ficar mais competitivo. Por isso, ligue-nos hoje e deixe-nos descobrir o que podemos fazer por você.

no responses for A EVOLUÇÃO DA TECNOLOGIA NA SALA DE AULA

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *